Prótese de Peitoral

A prótese peitoral masculina pode ser usada com fins estéticos ou reparadores. O implante de silicone promove o aumento da região torácica, simulando uma musculatura mais desenvolvida, com o aspecto de uma região peitoral maior e mais atraente e sem a necessidade de musculação.

De acordo com o cirurgião plástico Guilherme Miranda, que atende nos bairros de Ipanema e Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o implante de prótese de silicone peitoral masculina também é indicado para a correção de deformidades torácicas com depressões visíveis como nas síndromes de Pectus Excavatum (“peito escavado” em latim–afundamento torácico) e de Poland masculina (ausência de musculatura peitoral).

Indicação:

Homens que desejem um peitoral desenvolvido, sem a necessidade de musculação e para corrigir deformidades torácicas.

Anestesia:

A anestesia utilizada no implante de prótese peitoral é a local com sedação ou geral.

Duração da cirurgia:

A cirurgia de prótese peitoral dura de 1 a 2 horas.

Tempo de hospitalização:

O tempo de internação é de 12 horas.

Pós-operatório:

O paciente está liberado para retorno às atividades cotidianas 15 dias após a cirurgia de implante de prótese peitoral, desde que seja sem realizar esforços físicos ou pegar peso com os braços. A completa recuperação se dá em 30 dias. O paciente pode retornar à prática de esportes em 90 dias.

O restabelecimento é rápido e em 15 dias já se retira os pontos e podem-se retomar as atividades diárias. Contudo, os movimentos ainda devem ser parcimoniosos e sem esforços, sendo recomendado dirigir somente após 3 a 4 semanas.

Normalmente após esse período, a recuperação já é completa e o paciente já pode curtir seu novo visual. Somente musculação e prática de esportes devem ser postergadas até completar 90 dias de pós-operatório.

Voltar